A Menina Mais Fria de Coldtown – Holly Black

9788581634357

  •    Autor: Holly Black
  •    Editora: Novo Conceito
  •    Nº de Páginas: 352
  •    Edição: 1
  •    Ano: 2012
  •    Título Original: Incarceron
  •    Tradutor: Paula Rotta
  •    Avaliação: 8,5

 

No mundo de Tana existem cidades rodeadas por muros são as Coldtowns. Nelas, monstros que vivem no isolamento e seres humanos ocupam o mesmo espaço, em um decadente e sangrento embate entre predadores e presas. Depois que você ultrapassa os portões de uma Coldtown, nunca mais consegue sair. Em uma manhã, depois de uma festa banal, Tana acorda rodeada por cadáveres. Os outros sobreviventes do massacre são o seu insuportavelmente doce ex-namorado que foi infectado e que, portanto, representa uma ameaça e um rapaz misterioso que carrega um segredo terrível. Atormentada e determinada, Tana entra em uma corrida contra o relógio para salvar o seu pequeno grupo com o único recurso que ela conhece: atravessando o coração perverso e luxuoso da própria Coldtown. A Menina Mais Fria de Coldtown, da aclamada Holly Black, é uma história única sobre fúria e vingança, culpa e horror, amor e ódio.

————————————————————————————————————————————————

Primeiramente, feliz 2015. Sim caros mortais, estou de volta, for real dessa vez e não pretendo abandonar-los tão cedo! Deixei posts prontos pra não correr o risco da não-ter-mais-tempo-para-respirar desculpa atacar novamente e tenho um bookshelf tour chegando… Não, não quero comprar ninguém, a não ser que esteja funcionando, mas realmente quero fazer o blog acordar!

Então, a resenha:

Momento reação com gifs, antes:

Que diabos faz Holly Black?

Quero dizer, por que ela é tão endeusada e blá, blá, blá?

Depois:

jhufiuhefuglkhcdsygdkcgaifygkigyfdiaugdikag

A bem da verdade, eu não sabia do que se tratava AMMFdC (ufa), não li a sinopse. Juro. Eu via e via a capa pelas minhas andanças na Amazon e mailing do Goodreads, achava a combinação do nome+capa muito f*da e obviamente reconhecia o nome da autora, meio idolatrada lá fora, mas nunca passei disso.
Assim, quando vi ele numa livraria e minha tia –se ofereceu para comprar pra mim– não podia dizer não, né?! Eu tinha prometido para mamys e boyfriend que não compraria livros por três meses depois da matança desenfreada na Bienal (30 livros), e não comprei! Ganhei, então nenhuma regra quebrada aí.

Então aqui estava eu, achando que já visto tudo o que tinha pra ver sobre vampiros e que nenhum outro autor fosse conseguir tirar alguma coisa genuinamente empolgante desse universo, quando BAM! Tana e seus amigos chegam. O livro começa com um quê de filme, o capitulo se formou claramente na minha cabeça, bom o suficiente para me deixar vidrada esperando para saber o que ia acontecer em seguida. Tana acorda depois de uma festa, cercada pelos cadáveres de seus amigos. Alguém cometeu o erro de deixar uma janela destrancada e isso bastou para que vampiros desgarrados fizessem sua própria festa.

Os sugadores de sangue saíram do caixão e se mostraram ao mundo, que, obviamente, não respondeu tão bem quanto esperavam. Cidades foram fortificadas e transformadas em verdadeiras prisões, os vampiros e infectados são jogados dentro delas, formando as Coldtowns. Até que um palhaço tem a brilhante ideia de transformar tudo num Big Brother macabro e adivinhem? Centenas de aborrecentes e pessoas de estabilidade mental duvidosa fazem de tudo para entrar nessas Coldtowns e se afiliarem ao clube dos desmortos. O detalhe, as regras são sempre ditadas pelos mais fortes, no caso os vampiros, e a corda sempre arrebenta do lado mais fraco, obviamente os humanos. Pessoas espertas não subestimam os dentuços. Eles são imprevisíveis, oscilando entre superestrelas glamourosas, animais descontrolados e loucos irremediáveis. A única certeza que Tana tem é que não vai se tornar um deles.

Objetivo dificultado depois que ela se vê, em circunstancias bizarras, fazendo sua jornada sob a proteção de um vampiro que é um pedaço de mau caminho, em todos os sentidos da palavra. E a maior razão para eu achar esse livro o máximo.

A estória varia tanto de velocidade quanto de ponto de vista, o que ajuda muito a se ter uma visão de tudo o que está acontecendo. O mito do vampiro é apresentado de uma maneira nova, mas não nova demais e a atmosfera gerada pelas Coldtowns é única. Me fazem pensar em lugares descontrolados, onde as pessoas são mais animais que gente e os deslizes acabam sempre em sangue. Já mencionei também que o livro tem um toque de terror?

Finalmente posso dizer que esse livro é na medida. Na medida para quem quer algo ágil e marcante. Na medida para quem quer sensualidade sem melação. Na medida para quem não quer vampiros garotos propaganda da Swarovski. Vamos rezar para a dona Black fazer uma continuação ou vender os direitos para alguma produtora que faça um filme incrível sobre essa estória fantástica. É o mínimo que ela pode fazer depois de um final como esse, carregado de vingança, amor e morte… só estou dizendo. Leiam A Menina Mais Fria de Coldtown, deem uma nova chance aos vampiros, ninguém vai se arrepender.

Bom fim de semana!

xoxo

Anúncios

A Filha do Louco – Megan Shepherd

A-Filha-do-Louco-Megan-Shepherd

  •    Autor: Megtan Shepherd
  •    Editora: Novo Conceito
  •    Nº de Páginas: 416
  •    Edição: 1
  •    Ano: 2014
  •    Título Original: The Madman’s Daughter
  •    Tradutor: Ivar Panazzolo

   Avaliação: 8,0

Juliet Moreau construiu sua vida em Londres trabalhando como arrumadeira – e tentando se esquecer do escândalo que arruinou sua reputação e a de sua mãe, afinal ninguém conseguira provar que seu pai, o Dr. Moreau, fora realmente o autor daquelas sinistras experiências envolvendo seres humanos e animais. De qualquer forma, seu pai e sua mãe estavam mortos agora, portanto, os boatos e as intrigas da sociedade londrina não poderiam mais afetá- la… Mas, então, ela descobre que o Dr. Moreau continua vivo, exilado em uma remota ilha tropical e, provavelmente, fazendo suas trágicas experiências. Acompanhada por Montgomery, o belo e jovem assistente do cirurgião, e Edward, um enigmático náufrago, Juliet viaja até a ilha para descobrir até onde são verdadeiras as acusações que apontam para sua família.

————————————————————————————————————————————————————————————————–

Um grito doloroso rasgou a noite. O susto fez com que eu jogasse os lençóis para fora da cama, e eu senti o suor encharcando meu pescoço. Seria o cachorro? Eu não conhecia nenhuma criatura capaz de emitir um som tão inumano. Conforme os gritos se arrastaram, assombrando-me a cada respiração, minha mente começou a devanear entre lugares mais sombrios. Imaginando o que faria um animal gritar daquele jeito. […] Estava trabalhando em algo novo. Algo diferente.

A Filha do Louco tomou um rumo completamente inesperado para mim. Não tenho o costume de conferir resenhas antes de ler um livro justamente para entrar na história cega, sem influências além da sinopse, pronta para as minhas próprias conclusões. Talvez dessa vez eu devesse ter ‘pesquisado’ um pouco mais antes de me jogar, não porque a estória seja ruim, longe disso, mas fui achando que era Páscoa e só depois percebi que era Halloween, dá pra entender?

Não? Mea culpa. Vamos deixar em que A Filha do Louco não é só um livro de época com um toque obscuro. É de época sim, e obscuro, para dizer o mínimo, mas é muito mais que isso… não leitor, me recuso a dizer mais, você vai ter que passar pelo que passei se quiser saber do que estou falando. Confesso que estou um pouco dramática agora, acabei de assistir O Grande Gatsby, impossível não se afetar e escrever um pouco obsessivamente depois disso.

Não sei se foi uma combinação sábia

Vamos aos fatos sem spoilers malvados, eu odeio a Juliet. Poderia muito bem ter ficado sem ela o livro todo. Lembrando a personagem de Shakespeare que inspirou seu nome ela é daquelas meninas indefesas e chatinhas que passam tempo demais dizendo o contrário. Pra piorar, ela gosta de se vangloriar (pra ela mesma, veja se isso não é caso de psiquiatra) que é fria, mórbida e meio louca. Nesse ponto tenho que concordar com o pai dela, que é um personagem nojento, diga-se de passagem, quando ele diz que ela não passa de uma histérica.

Quero dizer, a menina VAI atrás do pai que ela sabe que que a abandonou e admite para si mesma que as acusações horrorosas contra ele podem ser verdade. Ela INSISTE para ser levada até onde ele está apesar de ser avisada que as coisas na ilha são meio diferentes e quando chega lá ela RECLAMA, tem ataque de pelancas quando descobre a verdade verdadeira, apesar de o tempo TODO dizer que ela mesma é doentia e fria demais. Bitch, você cansa minha beleza literária! Para mim Juliet achou que o papai ia largar as vivissecções para recuperar o tempo perdido com a filhinha (pra quem ele se lixava até então) e organizar o casamento do ano com Montgomery, afinal agora que ele faz parte da família, por que não estreitar um pouco mais esses laços, se é que você me entende.

Desculpe, mencionei que ela arruma tempo pro triangulo amoroso no meio de uma crise macabra na Ilha de Lost vitoriana? Pois é.

Ok, me recuperando do meu próprio ataque de pelancas, adorei ter uma história com terror numa ilha tropical. Quantas vezes vemos isso? Os escritores tendem a seguir pela névoa e gigantescas casas mal iluminadas, alguém ser constantemente ameaçado num paraíso dos trópicos de uma forma que deixa o leitor ansioso e sem respirar é bem diferente.

Os outros personagens, que na minha opinião poderiam ter trancado Juliet num baú, são ótimos. Principalmente Montgomery, Balthazar e Edward que me deixavam agitada cada vez que apareciam, inquieta, tentando descobrir o que havia por de trás de suas fachadas aparentemente simples. Já o Doutor Moreau me deixou dividida entre sair correndo, gritando, ou bater nele com uma vara, para continuar mantendo distância.

Estou até agora impressionada com o quanto gostei do livro, apesar do quanto desgostei da personagem principal. Não sosseguei até saber o que estava acontecendo, foi simplesmente viciante acompanhar toda a ação da ilha e perceber que, com o passar do tempo, Juliet começa a se referir à ilha como uma pessoa, como se ela houvesse de alguma forma absorvido a maldade do pai e fosse cruel por si só. Sem contar o final, aquele final, que me fez querer gritar nããããããããão sem ligar pra acordar a casa toda, as pessoas tem que entender que reações exageradas para finais com ganchos são naturais.

A estória baseada no livro de H. G. Wells A Ilha do Doutor Moreau cumpre seu papel, é arrepiante e carregada de suspense para te deixar acordado lendo até perceber que falta pouco para ter que ‘acordar’. Agora estou assim, órfã de continuação! Pode uma coisa dessas?

xoxo e bom meio de semana!

P.S. direto da ilha:

Acho isso extremamente perturbador

Promoção O Clã da Páscoa

Voz de futura Rainha da Inglaterra on: Como estou uma pessoa muito generosa ultimamente, decidi que já era hora de acabar com o jejum de promoções para vocês, amém.

Voz de futura Rainha da Inglaterra off: E que dia melhor para acabar um jejum do que a páscoa?!  Então se segurem, porque além de muito chocolate, uma alma sortuda vai  ganhar a Trilogia do Mago Negro inteirinha!

Pois é, pois é, vou sortear:

O Clã dos Magos

Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.

-A Aprendiz

Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando… até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios. Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso.

-O Lorde Supremo

Na cidade de Imardin, onde aqueles que têm magia têm poder, uma jovem garota de rua, adotada pelo Clã dos Magos, se encontra no centro de uma terrível trama que pode destruir o mundo todo. Sonea aprendeu muito no Clã, e os outros aprendizes agora a tratam com um respeito relutante.No entanto, ela não pode esquecer o que viu na sala subterrânea do Lorde Supremo, ou seu aviso de que o antigo inimigo do reino está crescendo em poder novamente. Conforme Sonea evolui no aprendizado, começa a duvidar da palavra do mestre de seu clã. Poderia a verdade ser tão aterrorizante quanto Akkarin afirma? Ou ele está tentando enganá-la para que Sonea o ajude em algum terrível esquema sombrio?

magicians

Vai encarar? Então já sabe, arregace as mangas, pegue seu cajado e siga-me (tipo, literalmente):

Para participar você deve:

-Preencher o formulário corretamente;

– Seguir o blog através do e-mail (ali no canto direito);

– Possuir endereço de entrega no Brasil;
E se quer chances extras, você pode:
– Seguir o twitter do blog @AndhromedaG e o da editora Novo Conceito @Novo_Conceito
– Curtir o face do IYRDIW e a editora Novo Conceito;
– Divulgar a promoção (até duas vezes por dia) nas redes sociais com a seguinte frase:
 ” Vou conjurar meu próprio chocolate nessa Páscoa com os livros que a @AndhromedaG vai me dar! http://wp.me/p1V7px-F3″
– Comentar nesse post.
Preencha o formulário outra vez para cada uma dessas coisas!

Resultado!

E o número conjurad… digo, sorteado foi:

Results

 

E o vencedor é:

clã

 

Parabéns Bruna! Você acabou de entrar para o clã!

 

 

Um Novo Conceito de Fim de Ano

Ah 2012, quanta paranoia e discursos pós-apocalípticos para um ano só… acho que vou até sentir falta disso depois. Vão ter que adiar o fim do mundo por pelo menos mais um mês porque essas promoções  vão até dia 31 de Dezembro e eu me recuso a dar o resultado delas em meio a caos e destruição e provavelmente uma ameaça zumbi!

Brincadeiras à parte, e espero que todo mundo tenha um fim de ano repleto de união e alegria e que possam aproveitar tanto o Natal quanto o Ano Novo da melhor maneira possível!

Vou dar uma mãozinha no departamento que me cabe: livros!

Serão três promoções com a super-editora parceira Novo Conceito, três kits de diferentes temas para você escolher e torcer!

Nesse post nós teremos Um Novo Conceito de Romance com:

-Laços Inseparáveis (Emily Griffin)

-Postais do Coração (Ella Griffin)

-A Luz Através da Janela (Lucinda Riley)

Para participar você deve:

-Preencher o formulário corretamente;

– Seguir o blog através do e-mail (ali no canto direito);

– Possuir endereço de entrega no Brasil;
E se quer chances extras, você pode:
– Seguir o twitter do blog @AndhromedaG e o da editora Novo Conceito @Novo_Conceito
– Curtir o face do blog e a editora Novo Conceito;
– Divulgar a promoção (até duas vezes por dia) nas redes sociais com a seguinte frase:
 ” O fim do mundo pode esperar, tenho livros de romance para ganhar com a @AndhromedaG http://wp.me/p1V7px-Bv ”
– Comentar nesse post.
Preencha o formulário outra vez para cada uma dessas coisas!

RESULTADO!! (01/01/2013) (pois é, já é Ano Novo)

Lá vamos nós, o número sorteado foi:

Result

E o primeiro ganhador de 2013 é:

Result

Parabéns Carlos! Por favor responda o e-mail que estamos enviando em até 3 dias, ok? Se não obtivermos resposta nesse prazo, um novo sorteio será realizado.

Não ganhou? Relaaaaaaaaaaaaaaaaaaxa, você não está achando que 2013 não vai estar recheado de promoções, né?

 

A promoção acaba no dia 31 de Dezembro e o sorteio será realizado no dia 1 de Janeiro!

Boa sorte!

Um Novo Conceito de Diversão

Nesse post nós teremos um Novo Conceito de Diversão com:

-Lola e o Garoto da Casa ao Lado (Stephanie Perkins)

-A Aprendiz (Trudi Canavan)

Para participar você deve:

-Preencher o formulário corretamente;

– Seguir o blog através do e-mail (ali no canto direito);

– Possuir endereço de entrega no Brasil;
E se quer chances extras, você pode:
– Seguir o twitter do blog @AndhromedaG e o da editora Novo Conceito @Novo_Conceito
– Curtir o face do blog e a editora Novo Conceito;
– Divulgar a promoção (até duas vezes por dia) nas redes sociais com a seguinte frase:
 ” O fim do mundo pode esperar,vou me divertir com os livros  que a @AndhromedaG vai me dar! http://wp.me/p1V7px-Bu ”
– Comentar nesse post.
Preencha o formulário outra vez para cada uma dessas coisas!

RESULTADO!! (01/01/2013)

O número sorteado foi:

Result

E o ganhador éééééééé:

Result

Parabéns Lúcia! Por favor responda o e-mail que estamos enviando em até 3 dias, ok? Se não obtivermos resposta nesse prazo, um novo sorteio será realizado.

Não ganhou? Não desanime e fique acordado, o ano acabou de começar e novas promoções estão chegando!

A promoção acaba no dia 31 de Dezembro e o sorteio será realizado no dia 1 de Janeiro!

Boa sorte!

Um Novo Conceito de Mistério

Nesse post nós teremos um Novo Conceito de Mistério com:

-Segredos Revelados (Fern Michaels)

-Preces e Mentiras (Sherri Wood Emmons)

Para participar você deve:

-Preencher o formulário corretamente;

– Seguir o blog através do e-mail (ali no canto direito);

– Possuir endereço de entrega no Brasil;
E se quer chances extras, você pode:
– Seguir o twitter do blog @AndhromedaG e o da editora Novo Conceito @Novo_Conceito
– Curtir o face do blog e a editora Novo Conceito;
– Divulgar a promoção (até duas vezes por dia) nas redes sociais com a seguinte frase:
 ” O fim do mundo pode esperar, tenho mistérios para resolver com a @AndhromedaG ! http://wp.me/p1V7px-Bt ”
– Comentar nesse post.
Preencha o formulário outra vez para cada uma dessas coisas!

RESULTADO!! (01/01/2013) 

Lá vamos nós, o número sorteado foi:


Result

E o sortudo é:

Result

Parabéns Arthur! Por favor responda o e-mail que estamos enviando em até 3 dias, ok? Se não obtivermos resposta nesse prazo, um novo sorteio será realizado.

Não ganhou? Relaaaaaaaaaaaaaaaaaaxa, você não está achando que 2013 não vai estar recheado de promoções, né?

A promoção acaba no dia 31 de Dezembro e o sorteio será realizado no dia 1 de Janeiro!

Boa sorte!

Um Olhar de Amor – Bella Andre

  •     Autor: Bella Andre
  •    Editora: Novo Conceito
  •    Nº de Páginas: 265
  •    Edição: 1
  •    Ano: 2012
  •    Título Original: The Look of Love
  •    Tradutor: Bárbara Menezes

   Avaliação: 7,5

 

Chloe Peterson está tendo uma noite ruim. Uma noite realmente ruim. O machucado grande em sua bochecha pode provar isso. E quando seu carro patina para fora da estrada molhada em direção a uma vala, ela está convencida de que até o cara maravilhoso que a salvou do meio da tempestade deve ser muito bom para ser verdade. Ou ele é mesmo? Por ser um fotógrafo de sucesso que viaja frequentemente pelo mundo, Chase Sullivan tem seu jeito com mulheres bonitas, e quando ele está em casa, em São Francisco, um de seus sete irmãos normalmente está acordado para começar um pouco de diversão. Chase acha que sua vida é ótima do jeito que está — até a noite que encontra Chloe e seu carro destruído na rodovia Napa Valley. Não apenas nunca tinha conhecido alguém tão adorável, por dentro e por fora, mas como também percebe que ela tem problemas maiores do que seu carro batido. Logo, ele será capaz de mover montanhas por amor — e proteção — a ela, mas ela deixará? Chloe prometeu nunca cometer o erro de confiar em um homem novamente. Mas a cada olhar que Chase lança a ela — e a cada carinho doce e pecaminoso — conforme a atração entre eles sai faísca e esquenta, ela não pode fazer nada a não ser se perguntar se encontrou a única exceção. E apesar de Chase não perceber que sua vida mudaria para sempre em um instante, para melhor, ele não é o único a querer lutar por essa mudança. Ao contrário, ele está se preparando para uma luta… pelo coração de Chloe.

————————————————————————————————————————————————————————————————–

Um Olhar de Amor foi uma leitura surpreendente. É um livro de narrativa ágil e rápida (a estória se desenrola em cerca de cinco dias) e essa rapidez toda pode até ter me incomodado um pouco em certos momentos, mas ainda assim, foi tudo tão despretensioso e gostoso de ler que não vou criar caso por causa disso.

Achei interessante a ligeira troca de papeis dos personagens. Geralmente o homem é pintado como o elemento que não quer saber de compromisso enquanto a mulher tenta de todas as formas fisgar seu coração e, às vezes literalmente, colocar-lhe um belo par de algemas.

O Chase admite logo de cara que era esse tipo de sujeito até pouco tempo, mas, como tudo que é demais, ele cansou. E o que melhor para um cara que decidiu deixar para lá o ‘Não ligo para os sentimentos das mulheres’ do que uma mulher linda aparecendo do nada, com o rosto machucado e todos os sinais de dama indefesa em apuros ligados? Pronto, né? Podemos pular pro felizes para sempre num castelo da Disney? NÉ?

Né?!

Não. Chloe não é a dama indefesa. Ela pode até estar em apuros, mas não é indefesa.

E ai começa a dança entre os dois, com Chase tentando entender como ela não queria aceitar tudo o que ele estava disposto a dar (tudo mesmo) e Chloe tentando se controlar e usar a cabeça ao invés… do coração! Mas já sabemos que nenhum dos dois vai desistir facilmente, a moça tem muito o que provar para si mesma e Chase, bem, a autora não escolheu o nome Chase (caçada em inglês) à toa!

Prepare-se para um livro bem picante mesmo. Enquanto Chase tenta incessantemente vencer as barreiras emocionais de Chloe eles se… conhecem melhor… muitas vezes… o tempo todo! Eu sei que é um romance erótico, mas as coisas ficaram um pouco repetitivas demais e eu comecei a ficar ansiosa para saber mais sobre o ex-marido da Chloe e menos sobre o tanquinho do gato. Crítico, pois é!

De qualquer forma, devo lembrar que é uma estória monumentalmente piegas? Não? Que bom, estamos quites! Eu, sinceramente, deixei de ver problemas nisso.

Então, se você é mulher, provavelmente o período de seu ciclo menstrual durante a leitura vai afetar bastante a sua opinião sobre o livro. Eu me apaixonei, simples assim. Mesmo quando estava toda “Ah, por favor, ninguém fala/age assim!” dois segundos depois ficava toda “Por que ninguém fala/age assim?! Por que??”

Acho que esse é o apelo dos livros de romance por romance, fazem você ficar meio sonhador e mais contente se realmente se entregar à leitura, tipo chocolate. Só que é preciso quebrar o gelo antes e estar aberto para isso, sem preconceitos, do contrário você só vai ficar ranzinza e reclamão com qualquer coisa cor de rosa que aparecer.

Tem até uma pequena menção a Edward e Bella, bem pequena e bem fofa, pra falar a verdade. Enfim, recomendo Um Olhar de Amor se você gosta de livros rápidos. Recomendo se você está afim de entrar na onda dos eróticos, mas não curte um chicotinho. Recomendo se você se derrete por estórias românticas e leves. Enquanto isso, fico por aqui, esperando Por Um Momento Apenas, e imaginando o que mais vai aparecer na vida dos irmãos Sullivan.

xoxo e bom feriado!

Promoção Tire Férias das Férias!

Que tal ganhar…

  • Tudo o Que Ela Sempre Quis – Barbara Freety
  • Dizem Por Aí… – Jill Mansell
  • Branca de Neve e o Caçador – Evan Daugherty, John Lee Hancock, John Lee Hancock, Hossein Amini
  • Estou Com Sorte – Douglas Edwards

… e seus respectivos kits para, sabe, dar aquela relaxada depois de um mês inteiro de exaustivas… férias?!

Muito fácil! Corre lá na fanpage do blog no Facebook e participe! A promoção vai até dia 25 de Setembro.

 

xoxo

Insonia is Coming 6#

Insonia Is Coming é uma coluna fixa do blog IYRDIW onde falo dos principais lançamentos. 

Eu sei que isso é da época da Comic Con e que não é mais novidade para ninguém, mas eu não poderia deixar de colocar o vídeo aqui, poderia? Logo eu?!

Só em Outubro, infelizmente, mas já estou animada!

É uma metáfora a respeito da Premiere da 3ª temporada, é… é… bem. É uma metáfora.

Vou poupar todos de acessos fangirl por um seriado de zumbis e partir para o interesse geral: algumas novidades literárias!

Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa que nunca!

Eu sou uma pessoa que chora só com essa sinopse, então imaginem com o livro?! Nunca assisti o filme e pretendo aproveitar a leitura antes de vê-lo. (Lançamento na Bienal de São Paulo)

‘Inverno do mundo’ retoma a história do ponto exato em que termina o primeiro livro. As cinco famílias – americana, alemã, russa, inglesa e galesa – que tiveram seus destinos entrelaçados no alvorecer do século XX embarcam agora no turbilhão social, político e econômico que começa com a ascensão do Terceiro Reich. A nova geração terá de enfrentar o drama da Guerra Civil Espanhola e da Segunda Guerra Mundial, culminando com a explosão das bombas atômicas. A vida de Carla von Ulrich, filha de pai alemão e mãe inglesa, sofre uma reviravolta com a subida dos nazistas ao poder, o que a leva a cometer um ato de extrema coragem. Woody e Chuck Dewar, dois irmãos americanos cada qual com seu segredo, seguem caminhos distintos que levam a eventos decisivos – um em Washington, o outro nas selvas sangrentas do Pacífico. Em meio ao horror da Guerra Civil Espanhola, o universitário inglês Lloyd Williams descobre que tanto o comunismo quanto o fascismo têm de ser combatidos com o mesmo fervor. A jovem e ambiciosa americana Daisy Peshkov só se preocupa com status e popularidade até a guerra transformar sua vida mais de uma vez. Enquanto isso, na URSS, seu primo Volodya consegue um cargo na inteligência do Exército Vermelho que irá afetar não apenas o conflito em curso, como também o que está por vir.

Sei que todo mundo já falou do quanto o Ken Follett escreve bem, de como os livros dele são profundos e clássicos e bem feitos e profundos, sei que falam que o cara é um puta de um autor e etc. Então vou dizer outra coisa, extremamente importante e perspicaz: os livros dele ficam lindos na estante! Fim. (Lançamento em 25/09/12)

Desde que lhe implorou para deixá-la em paz no ano anterior, Laurel não teve mais contato com Tamani. Embora seu coração ainda esteja ferido, a protagonista tem certeza de que David foi a escolha certa. Porém, quando a vida começa a voltar ao normal, ela descobre que há um novo inimigo à espreita. Uma vez mais, Laurel deverá contar com Tamani para protegê-la e guiá-la, pois o perigo que agora ameaça Avalon é algo que o mundo das fadas jamais imaginou que fosse possível. Pela primeira vez, o leitor verá a história não só pelos olhos de Laurel, como também, do elfo Tamani.

Já tive a oportunidade de ler e resenhar Asas e Encantos e sinceramente, quero muito ler Ilusões! Mais sinceramente ainda? Queria que escolhessem outra capa… (Lançamento em 28/08/12)

Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir.   Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse.  Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura. Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.

A maníaca dos distópicos ataca novamente! Quero muito ler Puros, muito mesmo, achei essa parte de mostrar o durante do Apocalipse extremamente importante. Já repararam que a maioria dos livros distópicos se passa vários anos depois do acontecimento cataclísmico?

Ela é Nora Dearly, uma garota neovitoriana de 17 anos que sofre com a morte dos pais e vive infeliz aos cuidados da tia interesseira. Ele é Bram Griswold, um jovem soldado punk, corajoso, lindo nobre…e morto! No ano de 2187, em meio a uma violenta guerra entre vitorianos e punks, surge um perigoso vírus, capaz de matar e trazer novamente à vida. As pessoas tornam-se zumbis, mas nem todos são assassinos e devoradores de carne. Há os que lutam para que o vírus não se espalhe… Apenas Nora tem o poder da cura em suas mãos, ou melhor, em, seu sangue. Ela não sabe disso, e corre perigo. É papel de Bram protegê-la…

Então, é necessário explicar por que esse livro está na minha lista? (Lançamento Agosto/Setembro 2012)

E pra finalizar, o fim do segundo arco da História Sem Fi… digo, da série Pretty Little Liars:

A vida de Spencer, Aria, Hanna e Emily está prestes a virar de cabeça para baixo. Elas estavam certas: a polícia, a família DiLaurentis e a família de Spencer escondiam segredos aterrorizantes. Agora, a verdade vem à tona de uma só vez, acrescentando à equação já confusa dos mistérios de Rosewood uma personagem que transformará suas vidas, a escola e seus lares para sempre. Este será um novo e surpreendente capítulo na vida de cada uma delas. Em “Perigosas”, todos os planos e as escolhas de nossas Belas Mentirosas serão influenciados por uma quinta pessoa. Mas, desta vez, não são as mensagens de A. Neste eletrizante fechamento de um ciclo, os segredos serão revelados do início ao fim.

Essa é uma das poucas séries de livros que virou seriado de TV e que eu gosto, na verdade, das duas versões! Quero dizer, e vamos todos ser francos, o seriado só tem os personagens principais em comum com os livros, e nem as descrições batem! Mas enfim, encaro PLL como algo completamente separado dos livros da Sara Shepard e sou feliz aproveitando o melhor dos dois mundos! Só não custa lembrar o quanto eu recomendo esses livros que não acabam nunca! (Lançamento 17/08/12)

Ah, ah, não vão embora ainda! Vocês já devem ter percebido que sou Team Herdeira e que apoio a publicação do 1º romance da Mariana Ribeiro (hey, Mah!) Mas o que bastante gente não sabe é que o SESC está com um projeto super do amor, o Escritores in Progress. Já sabe o que é? Ótimo, entre no link do vídeo e vote! Ainda não sabe o que é? Então entra no link do vídeo e descubra!

Um bom restinho de semana para todos

xoxo

New On My Bookshelf Vol.10(1ª Parte)

Depois de mais de um mês sem NOMB, aqui vai a primeira parte!

Livros citados:

  • Refúgio – Harlan Coben (Arqueiro)
  • Bem Mais Parte – Susane Colasanti (Novo Conceito)
  • Um Lugar Para Ficar – Deb Caletti (Novo Conceito)
  • Belle – Lesley Pearse (Novo Conceito)
  • Starters – Lissa Price (Novo Conceito)
  • Travessia – Ally Condie (Suma das Letras)
  • O Atlas Esmeralda – John Stephens (Suma das Letras)
  • Blue Bloods, Revelações – Melissa de la Cruz (iD Editora)
  • Extras – Scott Westerfeld (Galera Record)
  • Caminhos de Sangue – Moira Young (Intrínseca)

Logo mostro os outros livros novos!

xoxo