Terra de Noite e Fogo – Por Dentro de Thergel

“Ok, blogueira. Nós já entendemos que você vai lançar um livro, pode parar de gritar por aí… Agora explica, do que se trata tudo isso.”

Pois é leitor, veja bem. Tudo isso saiu do vortex que existe dentro da minha cabecinha, ele tem essa mania de cuspir mundos fantásticos inteiros , animais mitológicos que só aparecem por lá e personagens com destinos incertos. Thergel (pronuncia-se Terguél) é um desses mundos. Habitado por criaturas que são velhas conhecidas nossas e outras nunca antes vistas, temos também nossas protagonistas. Lógico que elas vão pastar um bocado nessa trama. Afinal, não deve ser fácil morar num lugar que não vê a luz do Sol a oito séculos.

Pra ficar melhor e ninguém falar que nunca dei nada pra vocês, segue aí um trecho do livro, um pouco sobre a lenda de Vyctra, a Terrível, e a Noite Eterna em  Thergel:

Há quinhentos anos Starlah é nossa Imperatriz. Ela nos trouxe os segredos da luz da lavoura, e por isso vos somos gratos. Porém, outras centenas de anos atrás, nossos antepassados não precisavam de nada disso. As plantações eram prósperas, os animais fortes e sadios e as fadas faziam dos grandes bosques e florestas seus domínios. Tudo porque o Sol era régio no céu e a noite dava as caras nas horas certas. O Rei Deinófus mantinha o Conselho Elemental junto ao Palácio, onde sacerdotes e elementais ponderavam sobre o destino de Thergel. Nesse Conselho estava Vyctra, a Suma Sacerdotisa do Fogo, representante dos Grandes no mundo, a mais bela mulher que já existiu. E a mais terrível.

     Apesar de ser uma maga poderosa e culta, Vyctra tinha vícios e defeitos que não eram compatíveis com a vida de Sumos Sacerdotes. Desequilibrada, raivosa, rancorosa, Vyctra ia se tornando um perigo cada vez maior para o reino a cada ano que passava em seu posto. Numa época de guerras, com os elfos sendo expulsos e os gigantes assolando o norte do país, a maga por vezes tomava decisões extremistas demais e mandava milhares de seus comandados para massacres e a morte certa.

     Os outros Sumos Sacerdotes e o próprio Rei faziam de tudo para amenizar as consequências dos atos da mulher, mas apenas aquilo não bastaria. Se eles não agissem logo, o caos reinaria e destruiria a todos.

     Portanto, numa reunião secreta, foi-se decidido que, pela primeira vez em mais de um milênio, uma sagrada Suma Sacerdotisa seria destituída de seu cargo e perderia os poderes que a diferenciavam dos magos comuns.

     Vyctra soube da decisão por um de seus espiões e logo começou a trabalhar no próprio plano. Vejam bem, a Cerimônia de Destituição não é algo simples, requer muitas preparações, uma grande concentração de poder e fatores específicos. Um deles era a aurora. A Cerimônia só poderia ter lugar ao raiar do dia… e foi esse o detalhe ao qual Vyctra se apegou.

     Desesperada para achar uma maneira de se proteger e manter seus poderes, a Sacerdotisa lançou um feitiço que, para um mago com um pouco menos de poder, significaria a morte. Ela invocou a Noite Eterna na tentativa de atrasar os outros Sacerdotes e ganhar mais tempo para se salvar.

     Porém uma Cerimônia não pode ser anulada nem parada e, mesmo que Vyctra fugisse até os confins do mundo, ela seria pega. Quando os outros Conselheiros descobriram o que fora feito, caçaram a mulher na expectativa de fazê-la reverter o feitiço. Eles lutaram, destruíram cidades inteiras e quase queimaram abaixo o Palácio até que Vyctra fosse encurralada. Então, do alto de uma torre, sem esperanças e fora de seu juízo, Vyctra fez o que ninguém poderia imaginar que faria. Cravou um punhal no próprio peito e mergulhou para a morte.

     Reza a lenda que ela foi sepultada numa câmara adjacente àquela dos outros Conselheiros e em um esquife de cristal negro, ao invés do tradicional, para preservar para sempre sua beleza e lembrar a todos de sua sina.

     Os magos mais poderosos de todas as partes se uniram para quebrar o encanto, mas, como acontece com muitos feitiços poderosos e antigos, apenas aquele que os conjurou é capaz de desfazê-lo. Desde então toda Nasfarí está condenada à noite eterna e perece a sombra da loucura de Vyctra, a Terrível.”- Terra de Noite & Fogo, pág.  119

Essa é a realidade de Opala, uma de nossas protagonistas, uma jovem que tem bem poucas escolhas na gelada Filbur:

Desiree gusson2

Mas logo ela descobre que a sua vida normalzinha está com os dias noites contados. E aí, prontos para embarcar nessa jornada?

Terra de Noite & Fogo será lançado oficialmente dia 04/09, na Bienal do Livro de SP! Mas você pode garantir o seu no link abaixo:

https://desigusson.wordpress.com/meu-livro/

xoxo

Anúncios
Comments
5 Responses to “Terra de Noite e Fogo – Por Dentro de Thergel”
  1. Viviane disse:

    Estou comentando para garantir seu livro na pré-venda!
    Estou aguardando ansiosamente!

  2. Sora disse:

    Oii!
    Parabéns pelo lançamento do livro!!! \o/
    Não fui à bienal este ano, depois conte como foi o lançamento!

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

  3. Camila disse:

    Adorei o livro, muitoooooooooo bom a historia!!!! Espero ansiosa > < pela próxima edição o/.

Mostre que está acordado:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Plágio? Não aqui!

    MyFreeCopyright.com Registered & Protectedcopyright video
  • Agora você já pode ir dormir :)

%d blogueiros gostam disto: