Anjo Mecânico – Cassandra Clare

Menos brilhante, mas não menos bonita. Só o ‘m’ minúsculo que me irritou profundamente…

  •     Autor: Cassandra Clare
  •    Editora: Galera Record
  •    Nº de Páginas: 392
  •    Edição: 1
  •    Ano: 2012
  •    Título Original: Clockwork Angel
  •    Tradutor: Rita Sussekind
  •    Avaliação: 9,0

Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo. 

————————————————————————————————————————————————————————————————–

Vamos deixar claro uma coisa antes: Cassandra Clare está no meu Top 10 de autores preferidos. EVER.

As Peças Infernais tem um brilho diferente de Os Instrumentos Mortais para mim. E mesmo assim não consigo dizer qual minha série preferida, pois elas são muito parecidas. É quase um paradoxo. Cada uma me encanta e me irrita na mesma proporção, mas em pontos distintos.

No caso de As Peças Infernais – Anjo Mecânico, a oscilação da presença de espirito de Tessa me deixa com raiva da personagem diversas vezes. A garota dá respostas à altura e segura as pontas quando se intimida, não demonstrando. Porém sua vulnerabilidade surge em momentos em que eu pediria uma heroína mais durona. É tudo muito pessoal, mas eu prefiro garotas que partem pra ‘porrada’ quando precisam.

E tem o detalhe de ela não gostar de chocolate. I know!

Agora, o que mais me encanta no primeiro livro da série é, juro pra vocês, o triangulo amoroso!

É sério.

Sabe quando o autor te força a ver como os dois mocinhos são derretidíssimos pela mocinha e como ela é virtuosa a ponto de se matar em dúvidas sobre com quem ficar, estarrecida pela mera ideia de magoar um milímetro do corpo geralmente bem definido do rejeitado. Aliás, rejeitado é uma palavra feia e forte, a mocinha sempre ama ambos de todo coração até que alguma coisa acontece, totalmente forçada pelo autor e previsível desde a primeira vista do triangulo, e a garota se decide e todos ficam felizes para sempre.

Meh.

Pelo Anjo, o livro da Cassandra Clare não é assim! É claro que você tem uma dica, um sentimento, de como as coisas podem acabar, mas pode não ser assim, ou melhor, não precisa ser assim para termos uma boa estória. É isso que todo o tempero do romance e me deixou acordada a madrugada toda querendo mais e mais páginas.

Em segundo plano, outro motivo para eu ser tão apaixonada por essa série são seus personagens. Tessa, apesar de ter suas oscilações irritantes poderia ser bem pior, admito, mas ela é ofuscada por Will e Jem e até mesmo por Jessamine em alguns pontos.

Will e Jem são, na minha cabeça, versões mais jovens e mais bonitas de Sherlock Holmes e John Watson nas novas adaptações das estórias de Holmes para o cinema. Sim, Jem na minha cabeça consegue ser ainda mais bonito que Jude Law, mas enfim, o que quero dizer: as personalidades, o humor e a relação dos dois são EXTREMAMENTE parecidas com os personagens do cinema. Ou seja, se você gostou do que assistiu nas telonas, vai amar ler num livro de Caçadores de Sombras.

Vamos ilustrar:

“-Jem se inclinou para a frente, apoiando o queixo na mão[…] –Existe alguma razão específica para viver mordendo vampiros?

Will tocou o sangue seco nos pulsos e sorriu.

-Eles nunca esperam que eu vá fazer tal coisa.” Pág. 225

Ooooou

“Jem riu alto.

-Não diria isso. Às vezes quero estrangulá-lo.

-E Como consegue se conter?

-Vou para o meu lugar preferido de Londres – disse Jem -, e fico ali olhando para a água e pensando na continuidade da vida, em como o rio segue, sem se importar com nossos problemas mesquinhos.

Tessa ficou fascinada.

-E funciona?

-Na verdade, não, mas depois disso penso em como eu poderia mata-lo enquanto dorme se eu realmente quisesse, e me sinto melhor.” Pág. 254

Olha, eu gosto, ok? E eles são completamente adoráveis juntos, sério!

Há também Jessamine, uma jovem Caçadora de Sombras que faria qualquer coisa para não ter nascido assim. Ela quer ser uma dama da sociedade e não se preocupar com ninguém entrando ensopado de sangue em sua casa! Para isso, Jessie é capaz de manipular sem dó qualquer um. O engraçado é que a moça tem um senso da vida muito peculiar e trata tudo que possa a ajudar a alcançar seus objetivos como se fosse uma experiência de laboratório. O resto, bem, é resto.

Obviamente há uma gama de outros personagens, novos e velhos conhecidos de Instrumentos Mortais, mas não vou me ater a eles aqui, prefiro falar dos que se destacaram para mim. Também existe a dúvida de quem ainda não leu a primeira série da Cassandra Clare e quer saber se vale a pena seguir a cronologia da estória…

Sinceramente?

Não.

Além de Instrumentos Mortais ser mais completo em relação às informações do mundo dos Shadow Hunters, a graça de ter referências à parte da estória que ainda vai acontecer é impagável!

Enfim, com a ressalva de poucos erros de revisão/tradução, recomendo fortemente Anjo Mecânico para quem gosta de fatos históricos misturados com mistérios, sobrenatural, romance de bom gosto e mocinhas à frente de sua época!

Provavelmente Príncipe Mecânico só sairá aqui no começo do ano que vem, mas o verdadeiro drama é de quem já leu esse em inglês mesmo quando foi lançado (06/12/11) e vai ter que esperar até março de 2013 pra descobrir como tudo termina em Clockwork Princess.

I know!

xoxo e boa semana!

Anúncios
Comments
18 Responses to “Anjo Mecânico – Cassandra Clare”
  1. Vanessa disse:

    Parabéns pela resenha Desirée! Já li Anjo Mecânico e curti bastante. Beijos!
    http://www.newsnessa.com/

  2. Não me bate! Cassandra não é isso tudo não Andhy… rsrsrsrsrsrs smi eu gostei da serie do Jace e td mais, gostei dos personagens mas poderia ser melhor rsrsrs; Apesar de n estar tão afim de continuar lendo a serie Instrumentos Mortais essa nova serie eh bem, como posso dizer? Chamativa! Pretendo le-la concerteza, agora como assim “Agora, o que mais me encanta no primeiro livro da série é, juro pra vocês, o triangulo amoroso!” eu fiquei igual as meninas na Gif. o.O
    Outra coisa, Clockwork Princess não seria Princesa Mecanica? td bem q meu ingles eh pior q o de uma criança de 6 anos mas acho q principe eh so Prince.
    E n entendi uma coisinha, vc recomendou a quem ainda nem conhece a autora q leia primeiro Clockwork ou Instrumentos? (serio, n entendi seu paragrafo mas tb são 06h20 e to meio dormindo rsrsrs)

    Bjinhos!!!!!

    • AndhromedaG disse:

      SACRILÉGIO!!!!! Estou, nesse momento, retirando minha amizade da sua vida, Nedina.

      brincadeira! Enfim, sim, Clockwork Princess é princesa mecânica (titulo esperado), é o terceiro livro, Clockwork Prince, ou Príncipe Mecânico (titulo confirmado pela Record) é o 2º =]
      Então, seguindo a ordem cronológica da estória, Clockwork viria primeiro, mas acho digno ler Instrumentos antes, pelo menos os 3 primeiros livros, dai partir pra Clockwork!

      Beijão

  3. Jackie disse:

    Resenha perfeita! Eu já sou doida por Cassandra Clare, então nem conto, só não li esse livro ainda. Mas sua resenha me fez comprar ele logo depois que terminei de ler! Adorei!!

    bjinhus

  4. Ana disse:

    eu ri muito com as quotes, sérião!! amei sua resenha, muito divertida como sempre e bem escrita! como tudo que você escreve! Parabéns!

    beijs

  5. AHHH, adorei a resenha, mulher!!!
    Então, eu posso ler Anjo Mecânico antes de ler Os Instrumentos Mortais??? *ALOKA*
    Adorei as quotes e sua discrição em falar da estória, nenhum spoiler safadinho… como li, nem lembro onde, que dizia mais do que eu queria saber –‘
    Vou terminar Orgulho e Preconceito, ler A Última Música – pra ver se troco esse maldito livro com a Miley na capa e ler Cidade dos Ossos e saber se a Clare entra pro meu top ‘DEIZ’ escritores preferidos.
    A Galera bem que poderia relançar Anjo Mecânico com ”M” maiúsculo né? Ficou bem feio esse ‘pequeno’ detalhe na capa…
    E ESSES GIFS… chorei de rir com eles, excelentes!!!

    Beigos!

    • AndhromedaG disse:

      Tá todo mundo entendendo errado (eu acho). A ordem cronológia da estória é 1º As Peças Infernais, depois Instrumentos Mortais, pq Instrumentos se passa nos dias de hoje… Então NÃO respeitem a ordem cronológica, leiam 1º Os Instrumentos!!!!!!

      Eu tenho trauma de spoiler, eu tenho horror a spoiler, tenho pesadelos com spoilers, hahahahahahahah!

      Leia Cidade dos Ossos, você vai ser muito feliz! #akelas hahahahahahhha

      Beijão

  6. Gleice Couto disse:

    Cassandra é MALA e esquizofrênica: mil assuntos em um livro. Acho que ela deveria ter continuado a escrever fan fic de HP. 😛

    Sou chata. lalalalalalala

  7. Bianca Karina disse:

    Oh meu Deus. Houve um momento em que estava bisbilhotando resenhas no Skoob, a fim de capturar frases aleatórias que possam me fazer ler algum livro e me deparo com uma resenha tua de Starters; O momento seguinte é eu ler toda a resenha, coisa que custo fazer; Após o término da leitura dessa resenha, entro no teu blog e começo a ler todas as resenhas de livros que também já li. Tive que me segurar para não ler resenhas de livros que ainda não li. Você com sua maneira de se expressar é incrível!!
    Sou apaixonada em Anjo Mecânico e Os instrumentos mortais, de todo o coração e concordo com tudo que foi dito nessa resenha. Odeio triângulos amorosos, mas a Cassandra fez isso ser tão lindo em Anjo Mecânico, aw. Diferente de Cidade das Cinzas, onde Simon/Clary/Jace foi horroroso, eca. Eu adoro Will e Jem juntos, apesar de serem completamente diferentes, enquanto Will é cruel, Jem é fofo; Isso não quer dizer que não dá vontade de morder o livro pra ver se não sai um pedacinho de um dos dois, né, hahahaha. Só que achei meio fraco de informações sobre o mundo dos Caçadores de Sombra, comparando ou não comparando com Os Instrumentos, sérião. Pra quem não leu a saga anterior (de publicação, haha) pode pensar que Cassandra falhou em deixar essa parte muito vaga. Enfimmm, chega que o comentário ficou muito grande!!
    Adorei sua resenha! Beijos

  8. Helana Ohara disse:

    Fiquei com vontade de ler, OMG.

  9. Laura disse:

    Adorei sua resenha, ela disse tudo e, nossa, você escreve de um jeito sério que se torna engraçado e o leitor – no caso eu – não consegue se decidir se ri ou se mantem a cara de “nada”, haha. Amei sua resenha!

  10. Gabrielle disse:

    Estou passando para avisar que vcs foram premiados com o Selo Blog Versátil, esse é o link:
    http://embuscadelivrosperdidos.blogspot.com.br/2013/02/selo-blog-versatil-iupi.html

  11. Beatriz C. disse:

    “Will e Jem são, na minha cabeça, versões mais jovens e mais bonitas de Sherlock Holmes e John Watson nas novas adaptações das estórias de Holmes para o cinema. Sim, Jem na minha cabeça consegue ser ainda mais bonito que Jude Law..”

    Ai meu Deus! Estou apaixonada pela sua resenha, parece que leu minha mente, e você escreve muito bem, ao mesmo tempo é critica e engraçada. Eu li o livro e fiquei apaixonada na historia,a Tessa me irritava as vezes mas isso era recompensado pelo Will e pelo Jem. Já li Príncipe Mecânico e continuo amando a serie.

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] O que poderia ser melhor do que vários caçadores de sombras gostosões por todos os lados? Vários caçadores de sombras gostosões por todos os lados na Londres do século XIX  (resenha aqui o/) […]

  2. […] você! É, você mesmo que não leu Anjo Mecânico! Está ouvindo isso? Esse é o som dos spoilers-autômatos do Magistrado vindo te pegar! Então vá […]

  3. […] Anjo Mecânico Londres – Cassandra Clare (eis a resenha) […]



Mostre que está acordado:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Plágio? Não aqui!

    MyFreeCopyright.com Registered & Protectedcopyright video
  • Agora você já pode ir dormir :)

%d blogueiros gostam disto: