Camundo, O Desenho e a Sombra – Nanuka Andrade

  •    Autor: Nanuka Andrade
  •    Editora: Underworld
  •    Nº de Páginas: 378
  •    Edição: 1
  •    Ano: 2011
  •    Avaliação: 8,5
Depois de fugir de um asilo de desvalidos, Camundo encontra abrigo na casa de um rico e influente ervateiro. O que poderia ser um final feliz para um menino abandonado, acaba se tornando em uma infeliz sucessão de acidentes e infortúnios. Camundo não é um menino comum; é capaz de desenhar coisas terríveis, que acontecem logo em seguida: incêndios, acidentes e crimes, entre outras temeridades. O que Camundo não sabe é que desenhos assim podem despertar interesse de gente perigosa, como uma sociedade secreta, conhecida por Asseclas do Lagarto, que está disposta a tudo para trazer um segredo milenar à tona, escondido nos corredores subterrâneos da cidade.
—————————————————————————————————————————–

“Nossa, o IYRDIW tem resenhas também?!”

Há há, eu sei, faz tempo que não tem uma resenha… ok, postei de tudo aqui na última semana, menos resenha. Shame on me, não vai se repetir.

Bem, falar de Camundo, o Desenho e a Sombra sem pensar na ótima pesquisa histórica é meio que impossível. Enquanto o garoto anda pelas ruas de Curitiba ( Yey! O livro se passa no Brasil!) na companhia da espevitada Malini, fui aprendendo muito dos costumes da época bem como a história da própria cidade. Eu a-d-o-r-o história.

Quando o magrelo Camundo é retirado às pressas na calada da noite, do Asilo, pela arrumadeira Mariana e levado para o Senhor Duarte, as coisas mudam radicalmente na sua vida já fora do comum. Lá ele descobre que não é o único a desenhar coisas que estão por acontecer. Também fica sabendo um pouco do passado de sua mãe desaparecida.

E claro, que os Homens do Lagarto vão caça-lo.

Qualquer criança se esconderia e deixaria os adultos tomarem conta da situação. Não Camundo.

Em parte por ser um menino curioso e inteligente, mas principalmente porque Malini, a filha do Senhor Duarte, jamais ia deixar uma aventura daquelas escapar! Pausa de apreciação à menina Malini:

É isso ai, queridinha

Porém, como nada nunca é simplesmente preto-no-branco, talvez os mocinhos não sejam tão bons quanto parecem, e os caras sinistros tenham mais respostas do que Camundo queira admitir…

Não levei muito tempo para perceber o que mais me encantou na leitura de Camundo, sua narrativa.

A enorme maioria dos livros para jovens lançados ultimamente são narrados em primeira pessoa, ou, quando em terceira, são extremamente objetivos. Isso NÃO é uma algo ruim, mas poucas coisas superam a poesia em prosa daqueles livros juvenis de 1960 pra trás. Quem não viajou mais alto nas belas palavras bem colocadas de C. S Lewis? Ou com Monteiro Lobato?

A questão não é a sofisticação da escrita, sim sua simplicidade. Aquele gostinho de estória-que-a-minha-vó-contou. Camundo – O Desenho e a Sombra é exatamente assim, e me pegou no contrapé. Saí de leituras que buscavam a agilidade para dar ritmo à estória e não esperava toda essa prosa! Ainda que, em alguns momentos, eu preferisse menos descrições e mais ações, no geral foi uma escrita muito agradável de se ler!

A revisão deixou a desejar, mas não temos palavras erradas ou repetidas, como acontecem em 4 de 5 dos primeiros livros da editora. São pontos finais nos lugares errados, letras maiúsculas onde deveriam estar minúsculas e várias palavras emendadas umas nas outras. Nada que atrapalhe a leitura ou te deixe muito

só precisou de um pouco mais de atenção. Coisa que uma segunda edição dá conta, sem problemas.

Nanuka está de parabéns, Camundo tem tudo para ser um grande sucesso e eu não vejo a hora de conferir O Signo Oculto!

 

xoxo e bom feriado!

Anúncios
Comments
8 Responses to “Camundo, O Desenho e a Sombra – Nanuka Andrade”
  1. Querida Desirée,

    Fico muito feliz de saber que gostou do livro!

    Muito obrigado!

    Quando escrevi esta história, foi uma grande aventura descrever a cidade de Curitiba sem conhecê-la pessoalmente; e isso me deu uma vasta ideia de como Jules Verne escrevia suas novelas. Mas comparações à parte, como não estamos tão longe assim, ainda farei uma visita à esta cidade. Afinal, preciso ver de perto o que tanto me fascinou ( as ruínas do S. Francisco, e a lenda do velho Saulmers, principalmente).

    Espero que os acertos no texto venham numa próxima edição.

    Um abração do tamanho do mundo!

    Seu vizinho,

    Nanuka Andrade

  2. Ana disse:

    Adoprei essa resenha, já estava curiosa com o livro antes, agora vou ter que comprar!!

    Bjão

  3. omarcarloskhariff disse:

    Sua resenha é instigante, como sempre!
    Os novos autores nacionais estão roubando a cena, isso é muito legal! \o/ Parabéns ao autor!

    beijos

  4. naominetto disse:

    tem tanta coisa ruim e non sense sendo editada esses dias, é bom saber que a nossa guru aprova mais um autor nacional! e com 8,5 ainda! emparelhou com a lu salazar!

    resenha boa no iyrdiw é pleonasmo xD
    bjinhuss

  5. valentinasoares disse:

    Comprei! por sua causa! suahsuahsuahsuahsuahsu
    vou lá devorar o livro e depois volto pra dizer minha opinião!

    bjones

  6. flavinmod disse:

    Começo de mês, dinheiro na conta = comprar livros! Camundo já está aqui em casa, graças a vc

    ótima resennha!!

  7. to com ele na lista *.* um dia consigo zerar a tag #indicadosandhy ^^

  8. Adoro autores brasileiros que fazem do Brasil o cenário das suas histórias. É tão raro! Por estarmos tão ligados à cultura americana, nos sentimos mais próximos deles do que do nosso próprio país! Revoltante.

    Bom, a sinopse não me encantou e esse obs dos erros de revisão me desanimou por completo. Sei que não é grande coisa, mas né? Já deu. Quem sabe na segunda tiragem…

    Beijos!

Mostre que está acordado:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Plágio? Não aqui!

    MyFreeCopyright.com Registered & Protectedcopyright video
  • Agora você já pode ir dormir :)

%d blogueiros gostam disto: