A Floresta de Mãos e Dentes – Carrie Ryan

Sempre preferi essa

  •  Autor: Carrie Ryan
  •   Editora: Underworld
  •   Nº de Páginas: 298
  •   Edição: 1
  •   Ano: 2011
  •   Título Original:Forest of Hands and Teeth
  •   Tradutor:  Fabio Fernandes
  •   Avaliação: 8,5
O mundo de Mary é um mundo de verdades simples. A Irmandade sempre sabe o que é melhor. Os Guardiões protegem a todos. Os Esconjurados jamais descansam. E você deve sempre tomar cuidado com a cerca que percorre o perímetro do vilarejo; a cerca que protege o vilarejo da Floresta de Mãos e Dentes. Mas, lentamente, as verdades de Mary estão se desintegrando. Ela está aprendendo coisas que nunca quis saber a respeito da Irmandade e seus segredos, dos Guardiões e seu poder, e dos Esconjurados e seu desespero. Quando a cerca é violada e seu mundo é atirado no caos, Mary deve escolher entre sua vila e seu futuro – entre seu amado e o homem que a ama. E ela deve enfrentar a verdade a respeito da Floresta de Mãos e Dentes. Pode existir vida em um mundo cercado por tanta morte?

Chega a ser engraçado como a vida brinca com a gente, tipo, às vezes ela faz coisas que se encaixam tão perfeitamente no nosso estado de espirito ou situação que parece estar tripudiando. Bem, eu prefiro encarar essas coisas como sinais.

A Floresta de Mãos e Dentes caiu no meu colo quase que por acidente, eu não gosto de histórias de zumbis, não não, eu não gosto DE ZUMBIS (é, ria à vontade, eu tenho medo). Mas aconteceu de que, enquanto eu o lia essa madrugada, descobri que era uma estória muito além de gente podre. É sobre você ter a oportunidade perfeita…

…e deixar passar.

Não importa que tipo de oportunidade é essa, ou se perfeição não quer dizer exatamente raridade, se você espera demais, se você pensa demais ela vai embora.

Mary tem tantos sonhos, tanto em que acreditar que não sabe por onde começar. A mãe dela vai para os Esconjurados (os zumbis), pois não aguenta a dor de perder o marido para eles. Mary poderia ter salvado a sua vida, fato, mas ficou tempo demais imaginando se deveria fazer isso ou não, até que a escolha dela bateu asas.

E de novo.

E de novo.

E mais uma vez.

Em alguns pontos ela me lembra demais a Katniss Everdeen. Ambas são generosas e egoístas ao mesmo tempo, vão se colocar em perigo para te salvar, mas jamais vão dar espaço para você em suas vidas.

É um livro melancólico e assustador (não digo isso pela gente gemendo e se arrastando por ali), pois fui descobrindo junto com Mary que o perigo poderia estar dentro da cerca e não fora dela. Que os verdadeiros vilões estavam escondendo de toda a aldeia coisas que jamais deveriam ser ocultas.

Quando sua mãe Retorna (volta zumbizada) Mary é escorraçada por seu irmão mais velho, Jed, que a culpa, e tem de ficar com as Irmãs. A Irmandade é o governo da aldeia, são freiras que detém para si todas as informações que restaram de antes do Retorno e muitos outros segredos, e levam Deus para as pessoas. Elas são quase tão assustadoras quanto os Esconjurados, e quem também estudou em colégio de freira sabe do que eu tô falando. Mary passa meses em silencio, parte por imposição de Irmã Thabita, parte por sua vontade de se desligar daquele mundo, até que Travis aparece muito machucado. Travis é o irmão mais novo de Harry, o melhor amigo de Mary e que quer se casar com ela. O problema é que a menina sempre gostou mais do irmão caçula e, quando ela passa dias cuidando e contando histórias para ele, o gostar vira amar.

Obviamente a vida da Irmandade não é para ela, principalmente depois que Gabrielle surge. De fora.

Então Mary é consumida pela dúvida entre ficar e descobrir o que as Irmãs escondem ou ir pelo caminho de onde Gabrielle veio. Ver o que há além da cerca.

Mas, mais uma vez, ela passa tanto tempo ponderando que a vida decide por ela. Harry fala por ela, ou seja, a pede em casamento, e tanto Jed quanto Irmã Thabita aceitam. E não para por ai, Travis se compromete com Cassandra, a melhor amiga de Mary.

E agora, José?

Acho que não posso falar mais da história sem fazê-la perder uma parte da graça. Recomendo o livro. Na verdade eu recomendo que você saia do computador e vá abraçar seus pais, beijar seu (a) namorado (a), ligar para os seus amigos e dizer a todos eles o quanto os ama. Que sabe que eles o (a) amam também e que sua vida seria um saco sem eles. Lembre-se sempre que a oportunidade perfeita não é necessariamente rara, e que dizer a uma pessoa o quanto ela é importante para você sempre que sentir uma vontadezinha está longe de ser piegas, que a insegurança é um veneno.

Não deixa as brechas que a vida te dá passarem.

Sim, eu meio que já sabia de tudo isso, mas precisei de um livro lido na hora certa para entender. E antes que alguém me diga que é um livro para adolescentes/jovens adultos, eu peço que leve o preconceito literário para outro lugar.

Leiam A Floresta de Mãos e Dentes se gostarem de histórias de zumbis, se gostarem de sociedades pós-apocalípticas, se gostarem de chorar ou se acham que precisam de um chacoalhão.

O ministério dos blogueiros adverte, esse livro é uma METÁFORA.

Xo

P.S.: Mãe, pai, obrigada por me apoiarem sempre e se dedicarem tanto mesmo quando eu não mereço.

Anúncios
Comments
13 Responses to “A Floresta de Mãos e Dentes – Carrie Ryan”
  1. Naomi disse:

    Não sei se rio ou se choro, seu texto foi tão lindo!
    Vou ler A Floresta de Mãos e Dentes por causa dele.

    Sucesso sempre.
    bjinhus

  2. Natália disse:

    Own :’) De longe, uma das suas melhores resenhas! Também vo marcar lá como “desejado” por sua causa.

    Beijo, Andhy ❤
    – e obrigada por seguir o Vire a Página. Eu reparei, ok? HEUHEUHE –

  3. Omar disse:

    Linda resenha
    Dé, você é uma pessoa de sorte 😉

  4. Bianca disse:

    Adorei sua resenha, fiquei com uma super vontade de correr lá na estante e pegar o meu desses(só que o meu é em inglês com uma capa que eu acho BEM mais legal) e ler, só que tenho que respeitar a fila de leitura…rsrsrs

    Beijos, Bianca
    frozenlivros.blogspot.com

  5. ‘eu não gosto DE ZUMBIS (é, ria à vontade, eu tenho medo’ Eu ri muiiito hahahahhahhha se vc leu de madrugada entaum teve um bom motivo p ter Insônia neh? rsrsrs 😄
    Sacanagens à parte, se o livro for tão tocante qt vc diz acho q vou dá-lo de presente para um certo rapaz que conheço sabe…
    A resenha chamou bastante atenção entaum vou colocá-lo na lista de indicações e assim que surgir uma oportunidade eu leio ;D
    PS: pq vc n esquece essa historia de arquitetura e vai fz Marketing?! Já viu qts pessoas comentaram ‘vou ler só pq vc disse?’ o.O

  6. Juh disse:

    Que resenha linda! Como disse a Agatha Borboleta, vou colocá-lo na lista de presentes ‘para dar’. Depois de ler, lógico rsrs

    bjs

  7. Erika Barreto disse:

    Oie =]
    Tipo podia por um trequinho de “últimos comentários ali do lado” ^^quer dizer eu acho legal, ah esquece.
    Vê se aparece no skoob =]

  8. Valentina disse:

    Sai mesmo do computador e fui ligar pra minha mãe, eu moro longe a anos e não temos tanto tempo juntas. Seu texto me fez pensar que eu deveria falar mais vzs o quanto eu amo ela 😉
    Linda resenha

    beijos

  9. Vitor disse:

    Olha soh, esta até na fanpage da underworld! Parabéns pela resenha, vou ler esse livro com toda a certeza! Onde compro?

  10. Mare disse:

    que coisa mais linda! acabei de conhecer o blog pelo link da edit under e estou amando!!

    bjs

  11. Fabiana disse:

    acabei de ler e estou apaixonada!
    acho que a sua resenha me ajudou a enxergar esse lado dele de metafora uhsaushaushauhsaush
    coisa mais linda!

    bjao

  12. deysemara93 disse:

    Não gostava de zumbis e agora já leu vários livros e aind ve the walking dead quem diria isso de ti em 2011 hahaha

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] adendo: antes de começar esse livro lembrei que, a menos de 4 anos atrás eu DE-TES-TA-VA zumbis. Agora sou uma viciada em The Walking Dead e PRECISO de mais bons […]



Mostre que está acordado:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Plágio? Não aqui!

    MyFreeCopyright.com Registered & Protectedcopyright video
  • Agora você já pode ir dormir :)

%d blogueiros gostam disto: